segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Do sentido do meu blog

Sou caloura nesse negócio de blog. Nem tenho tanto tempo para visitar muitos. Há tantas coisas que competem pela minha atenção que só visito blogs daqueles amigos que me informam da existência de seus respectivos. (Detalhe: só de amigos que creio que tenham idéias interessantes).
Isso me dá um certo alívio porque imagino que não muitos lerão as coisas que escrevo. Daí vem a minha neura-essência: então por que eu inventei criar o meu?
Confesso que o incentivo do meu amigo Gil trouxe à tona esse desejo tão oculto que nem mesmo eu, que vasculho essas questões interiores, tinha parado para contemplá-lo seriamente. Conversas em msn podem mudar vidas!
Acho que também resisti porque virou moda. Não é algo muito original, mas ao mesmo tempo não fazer é algo "demodé" (como essa palavra). Talvez não quero ficar por fora. E viva o antagonismo!
Algumas idéias eu já tenho pré-concebidas: não gosto de blogs de fotinhos, tipo diário de adolescente. Você que o tem, não se ofenda comigo! Não se pode gostar de tudo.
Também sei que gosto de blog literário. Abaixo a editoras que não publicam textos maravilhosos de escritores anônimos e talentosos. Eis aqui o seu espaço para o protesto e visibilidade para todo o mundo de fala portuguesa.
Mas no fundo, eu sei que não é isso não. Todo mundo quer ser ouvido, todo mundo quer ser visto, por fim, todo mundo quer ser amado. E todo canal possível que possamos criar para satisfazer nossas necessidades básicas pode ser bem vindo.
Faz algum sentido?

6 comentários:

Ábia disse...

Nem tudo na vida precisa fazer sentido lógico. O bom é expressar o q vc pensa e sente.
Por isso to orgulhosa de ti minha miga q tem coragem e criatividade pra fazer as coisas.
amo muito vc. bjao

Luana disse...

Olha só, não sabia que você tinha um texto tão bonito... Drica escreve bem!!!
Acompanharei sempre que o tempo permitir.
Vc é surpreendentemente (pense numa palavra grande) especial.
É bom ter pessoas que vc menos espera em situações mais contrárias ainda...
Bjus!

Rosa disse...

Faz.

daisy disse...

Eu sempro soube que a Dri escrevia bem, rápido e que seu texto era gostoso de ser....
Quem sabe esse não é o começo de uma brilhante carreira literária?
Amo ser sua amiga!
Bjs

andrevonheldsoares disse...

"(Detalhe: só de amigos que creio que tenham idéias interessantes)"
Eu posso me considerar integrante deste grupo tão seleto?
Agora danou-se a privacidade literária. Dê vazão.
Beijos mil.

Joelma disse...

Que há necessidade de se criar canais de auto-satisfação a todo o instante, ninguém questiona, muito embora poucos consigam fazê-lo com tanto encanto. Fico feliz em saber que essa ferramenta é mais um meio pelo qual poderei te conhecer mais. E te amar tanto mais exitam pontes contruídas.
Xerinho